Pensando sempre em você e no seu tempo, separamos as perguntas mais frequentes que são realizadas para auxiliá-los. Caso haja alguma dúvida, entre em contato pelos nossos canais de comunicação.

  1. Qual a diferença entre Câmbio Paralelo e Câmbio Turismo?

    É comum que exista alguma diferença entre a cotação do câmbio paralelo e turismo. No entanto, ao comprar moedas no mercado paralelo, você estará infringindo as regras do governo brasileiro e ainda ficará sujeito ao risco de falsificação. É fundamental ter a garantia do banco ou casa de câmbio que negocia a moeda, assim como o comprovante da operação de compra, em que constam seus dados, a quantia adquirida e o preço negociado.

    Inclusive, quando da viagem, poderá ser exigido a comprovação da origem dos recursos que estão sendo portados. E essa origem será mostrada através do boleto de câmbio realizado com instituição devidamente autorizada pelo Banco Central do Brasil.

  2. Quais documentos são exigidos para fechar o Câmbio?

    Pessoa Física:
    - Para operações até 3.000,00 dólares ou equivalente: cópia do RG e CPF;
    - Para operações entre 3.001,00 dólares e R$ 20.000,00 - cópia do RG, CPF e Comprovante de Residência;
    - Para operações acima de R$ 20.000,00 - cópia RG, CPF, comprovante de Residência e Imposto de Renda completo;

    Pessoa Jurídica:
    - Para operações até 3.000,00 dólares ou equivalente: cópia RG e CPF do sócio administrador, contrato social da empresa;
    - Para operações entre 3.001,00 dólares e R$ 20.000,00 - cópia do RG, CPF e comprovante de residência do sócio-administrador, Contrato Social, comprovante de endereço da empresa, Cartão CNPJ;
    - Para operações Acima de R$ 20.000,00 - cópia do RG, CPF e comprovante de endereço do sócio-administrador, contrato social, comprovante de endereço da empresa, cartão CNPJ, balanço do último ano*, balancete atualizado*, faturamento dos últimos 12 meses*.
    * documentos deverão ser assinados pelo contador e pelo sócio administrador.

  3. Sou estrangeiro e estou de passagem pelo Brasil. O que preciso para fechar Câmbio?

    Ao trocar sua moeda para o Real, os estrangeiros deverão apresentar o passaporte e guardar o comprovante da operação. Ele poderá ser útil numa futura troca para a moeda de origem, ao término de sua estadia no Brasil. O limite para o pagamento em espécie é de R$ 10.000,00 (dez mil reais). Acima destes valores, somente via conta bancária.

  4. Como posso efetuar o pagamento do meu Câmbio?

    O pagamento poderá ser feito de duas formas:

    Em Espécie: respeitado o limite de R$ 10.000,00, o pagamento poderá ser feito em espécie. Qualquer valor superior a este, segundo determinação do Banco Central do Brasil, o pagamento deverá ser realizado via transferência eletrônica para a conta da corretora.

    Via Transferência Eletrônica: O cliente poderá efetuar uma transferência eletrônica diretamente para a conta da corretora.

  5. O pagamento poderá ser feito por terceiros?

    O pagamento poderá ser feito por terceiros somente em casos de pai, mãe, irmão.

    Em caso de cônjuge, faz-se necessário o envio de cópia da certidão de casamento.

    Em caso de a conta ser conjunta, também faz-se necessário o envio da comprovação.

    Diferente disso, o pagamento deverá ser realizado única e exclusivamente pelo titular da operação.

  6. Devo enviar o comprovante de pagamento?

    Todo e qualquer crédito realizado na conta da Corretora deverá ser informado para que efetuemos a devida liquidação da operação e ocorra a liberação das moedas.
    Envie o comprovante para o e-mail contato@cambioideal.com.br

  7. Quais os limites para operações de Câmbio?

    Legalmente não há um limite estipulado para a compra de moeda estrangeira. Sendo assim, os limites são concedidos conforme as diretrizes da Corretora de Câmbio.

    A Câmbio Ideal, através de seu parceiro comercial, tem um limite de R$ 20.000,00/mês e R$ 50.000,00/ano para operações de câmbio. Para valores superiores, será necessário apresentação de Imposto de Renda e/ou contra-cheque para comprovação de capacidade financeira.

    Mas, caso você viaje carregando quantia superior a R$10 mil em espécie ou cartão pré-pago, a resolução nº 2.528/98 do Banco Central exige que se faça uma declaração à receita federal, através de uma E-DBV, Declaração Eletrônica de Bens do Viajante (http://www.edbv.receita.fazenda.gov.br).

  8. Como proceder para gastos corporativos no exterior?

    No caso do viajante ser funcionário ou contratado da empresa, o boleto de compra de moeda estrangeira deverá ser feito em nome da empresa, que deverá ter o cadastro formalizado, sendo necessário o cadastramento da empresa e do viajante.
    A empresa deverá fazer uma carta declarando que o funcionário está viajando a serviço da empresa.

Fale conosco! Estamos aqui para atendê-lo.

Você pode nos enviar uma mensagem quando quiser. Responderemos o mais breve possível. Selecione o tipo de dúvida e preencha todos os campos para uma resposta ainda mais eficiente!

O e-mail foi enviado com sucesso.

Voltar para a página inicial

Ocorreu um erro no envio.

Tentar novamente

LOCALIZAÇÃO

Platinum Tower
Av. Carlos Gomes, 700 / 1106
Bairro Boa Vista - 90480-000
Porto Alegre / RS

Estacionamento Conveniado no Prédio
*Para compras acima de US$ 1 mil ou equivalente.

CONTATO

51 3019 6000
Whatsapp 51 99522 4726
contato@cambioideal.com.br

Enviar